Solidão, inocente superação

Escrito em

Não importa meu tamanho, sou capaz de muita coisa. Não tudo, porém mais que o suficiente. É importante perceber que sem ajuda não consigo realizar meus planos, ou pelo menos não tão rápido. Sem ajuda de outro não saberei o que fazer. Faltará motivação. Faltará incentivo. O outro é importante! Meu grandioso Pai sabe disso, então preparou o outro para mim e eu para o outro desde quando foi preciso.

Para alcançar meus objetivos cometerei muitos erros no meio do caminho. Erros esses que parecerão idiotas e engraçados para alguns, mas não tanto para o outro que está comigo. Antes de tentar tudo parecerá muito simples, executarei com precisão. Entretanto na hora H não vou conseguir de primeira, nem de segunda. Não entenderei o que está acontecendo, o que devo fazer. Mas o outro pode me guiar, não fazer por mim, mas apontar para o norte.

Em algum momento eu sei que vou conseguir e portanto devo continuar. E então... consegui! Pulo de alegria, não acredito no que estou vendo! Mas logo me preparo para o que vem em seguida. Consegui apenas o primeiro passo, não necessariamente o mais fácil, mas o primeiro passo. Devo me preparar agora para o segundo passo, o qual ainda não sei como será, mas surgirá. Sozinho não é possível continuar no caminho. Não há maturidade para isso, ninguém tem essa maturidade, contudo todos temos um pouco e assim, partilhamos para termos muito.

Categoria: Devaneios